sexta-feira, 17 de agosto de 2007

O meu socorro

Elevo os meus olhos para os morros:
de onde me virá o socorro?


Elevo os meus olhos para Brasília:
de onde me virá o socorro?


O meu socorro vem do Senhor,
que fez o céu e a terra.

5 comentários:

Alysson Amorim disse...

Edemir,

Trata-se de um genuíno Salmo tupiniquim.

Maya disse...

Gostei, bem legal, original mesmo. A propósito, Edemir, nunca me esqueci da resposta da qual falei, mas ainda não pude redigi-la.

Um abraço,

Mayalu

Mamanunes disse...

É Edemir...
E tem outro jeito mano?
Um abração

Felipe Fanuel disse...

Que confissão!

guido finizia disse...

Adorei, simples, profundo e verdadeiro.
Parabens Fratè